Analise
Gundam Unicorn em analise: A caixa de Laplace e assim tão terrivel?
sábado, 29 de agosto de 2020 às 10:14

Próximos Episódios
Mobile Suit Gundam: Hathaway's Flash (I)
Filme

23 de Julho de 2020

Gundam Build Divers Re:RISE
ONA

10 de Outubro de 2019

Gundam G no Reconguista II: Bellri, Kougeki!
Filme

21 de Fevereiro de 2020

Parceiros
Sobre o Autor: EXIA

Fã desde 2011 Conheçeu Gundam atraves de revistas especializadas em animes, sendo o primeiro Gundam que assistiria seria Gundam SEED.



E aí pessoal, aqui é o Exia! Trago para vocês mais uma análise da nossa franquia do coração, desta vez colocando na mesa de discussão Gundam Unicorn, com o seguinte tema: afinal de contas, a caixa de Laplace era assim tão importante?

Para começarmos os nossos trabalhos, já deixo aqui dois avisos. O primeiro, é que essa análise é uma visão minha sobre o tema abordado, então se você discordar, deixe sua opinião nos comentários, ok? E o segundo é aquele bom e velho aviso de sempre: CONTÉM SPOILERS!

SOBRE A CAIXA DE LAPLACE

Vamos começar a reflexão falando sobre o que é a caixa de Laplace, e o que ela representa, tanto para a Federação, como para os Spacenoids. A caixa de Laplace está sob proteção da fundação Vist, e foi introduzida pela primeira vez na própria série de Gundam Unicorn, e até o fim da trama, não se sabia ao certo o que era. Era uma arma? Um Mobile Suit? Uma ideia? Tudo isso foi mantido em segredo, tendo apenas algumas pistas, como o fato do próprio Gundam Unicorn ser a única chave para abrir a caixa.

Também sabíamos que a Federação estava disposta a eliminar qualquer um que estivesse tentando obter essa caixa, pois há uma lenda a sua volta, de que este artefato seria capaz de destruir a E.F.F, e é claro que os remanescentes de Neo Zeon também estariam no encalço de tão cobiçado tesouro. Mas por quê? Os Sleeds já sabiam o que a caixa era antes mesmo de abri-la? Se sim, por que não revelaram a verdade de uma vez?

O segredo que poucos cabeças da Federação, ou de Neo Zeon sabiam, é que a caixa de Laplace continha a versão original do tratado assinado pelos antigos líderes da Terra e a ONU, mas que foi perdida ainda no início do Universal Century em 0001 por causa de um ataque terrorista, orquestrado por Syam Vist, fundador da Fundação Vist. Felizmente ou não, Syam Vist sobrevive, e consegue recuperar a versão original do tratado, e ele o guardaria até o fim de sua vida. Nesta caixa havia uma carta, e nela estava descrita uma cláusula que não era de conhecimento da população atual, a qual dizia claramente que “No futuro, se o surgimento de uma nova raça humana adaptada ao espaço for confirmado, a Federação da Terra dará prioridade ao envolvimento deles na administração do governo.”

Com o atentado terrorista, a versão original do tratado foi perdida, e os federais, acompanhados da alta sociedade da época, incomodados de que essa cláusula poderia ser uma ameça para um governo que já era corrupto, decidem por bem excluir tal linha, como se nada tivesse acontecido. E assim foi feito, mantendo o governo central da Federação intocado, apenas utilizando as colônias como mão de obra quase infinita. Oras, não precisamos bater muito a cabeça para entender o ponto aqui, os federais não querem dividir seus privilégios com os Spacenoids que, apesar de tudo, não são considerados uma nova raça humana pela E.F.F, os tornando assim intocáveis. Mas e os Newtypes?

A PRINCIPAL AMEAÇA A FEDERAÇÃO

Aqui vamos ver que aquilo que os federais mais temiam, começou a surgir. Como vimos anteriormente, os homens ricos que regem a Federação, conseguiram um passaporte para a riqueza, além de controlar as colônias, sob a desculpa de proteção contra o terrorismo. Nada poderia detê-los, exceto Syam Vist, que surgiu anos depois utilizando de sua chantagem, a carta original perdida, lhe rendendo assim, uma grande influência e riqueza dentro da Federação corrupta. Outro grande inimigo para a Federação foi Zeon Zun Deikun, que, sabendo ou não da carta original, propagou a ideia do humano adaptado ao espaço. O que conhecemos como Newtype, acabara de nascer. E junto com a teoria, o medo dos aristocratas em perder suas posições.

Aqui vai um ponto importante para a história, durante todo o tempo nas tramas do Universal Century, a grande maioria dos Spacenoids acredita que os Newtypes realmente existem, inclusive, com pesquisas no instituto Flanagam, eles conseguem provar que os Newtypes são seres evoluídos para o espaço. Mas por que então nunca houve uma confirmação definitiva para isso, sendo que haviam provas? Bom, lembram de quem não queria largar o osso? Para os cabeças da Federação, divulgar amplamente que existe uma outra raça, seria como assinar as suas exonerações de cargo, e eles não deixariam isso acontecer, se mantendo omissos, transformando assim uma raça confirmada, em apenas um mero “fenômeno”. Entenderam o ponto aqui? Eles não podem admitir que os Newtypes existem, pois eles sabem que a carta original pode ser revelada a qualquer momento por Syam Vist, e toda a estrutura da Federação cairia da noite para o dia. Também temos que lembrar que isso já acontece há muito tempo, e que até mesmo os Spacenoids, que tanto acreditavam nas palavras de Deikun, começaram a largar essa crença, fazendo o plano feddie ser um sucesso a longo prazo.

UM PERIGO DE VERDADE?

Aqui estamos no maior impasse já colocado na história de U.C: de um lado a Federação, que em hipótese alguma quer deixar seu governo quase ditatorial, mas que ao mesmo tempo cede a uma pressão terrorista de forma crônica (os mesmos que eles juram combater com unhas e dentes a todo momento), e do outro, os Spacenoids, que veem na caixa uma chance de libertação através da verdade que estava escondida por tanto tempo. Tempo demais até… Tudo começa com o conflito de Laplace, onde a Federação junto a A.E (Anahein Eletronics) começam a fazer acordos no mínimo, “estranhos”, como fornecer armas para as facções inimigas por debaixo dos panos para talvez justificar gastos, ou simplesmente dizer que a Federação está sempre lutando contra os “inimigos”. Isso desagradou Syam Vist, que decidiu entregar a caixa para os remanescentes de Neo Zeon, para então sanar um problema de corrupção que já perdura décadas.

Para os remanescentes, essa seria a oportunidade da vida deles, pois colocar as mãos na caixa resultaria não apenas na ruptura completa desse governo feddie, como também a tão sonhada liberdade dos espaciais, levando assim, a uma nova era. Mas a caixa teria poder para ocasionar isso? A grande realidade, é que a caixa de Laplace é uma arma de persuasão, assim como uma arma nuclear, mas com uma validade muito menor. Quase 100 anos se passaram desde que os acordos foram feitos, e entre eles, a grande maioria que conhecia os segredos, e os temia, já estão mortos, diminuindo assim sua eficácia, esta que foi também gradativamente diminuída pelo plano da própria Federação de ridicularizar o fenômeno Newtype. Sendo assim, a meu ver, ela estaria com medo de algo que ela mesma já enterrou, pois mesmo que isso viesse à tona, não haveriam símbolos Spacenoids fortes que os representariam, como um dia já houve, como Deikun, Char, e etc. E quando me refiro a um símbolo forte, não se trata de colocar uma máscara, e dizer que e pessoa é a reencarnação de Char, que é basicamente o que acontece com Full Frontal, onde muitas das pessoas que seguem os líderes dos remanescentes não o enxergam como um líder supremo, e sim como alguém para tapar um buraco que é fundo demais, algo que nem a própria Mineva Zabi daria conta de cobrir.

De acordo com as palavras do próprio Syam Vist, a verdade poderia ser revelada, mas pode ser que nada mude, pois não há mais um grande nome que junte os residentes espaciais em um novo conflito, e os que existem não possuem essa força.

CONCLUSÃO

Como ponto final em minha análise sobre a caixa de Laplace, devo dizer que ela se tornou uma arma inútil com o passar do tempo, pois o conteúdo da carta remete a algo que poderia ter sido engajado há muito tempo. Até mesmo na guerra de um ano, ou no conflito de Gryps, ela teria um impacto 100 vezes pior do que a que teve no final de Gundam Unicorn, onde Mineva revela ao mundo tal segredo, e logo após isso, em Narrative Gundam, vimos que nada mudou. E vou além, a meu ver, nada mudará, pois tudo o que era importante para que uma revolução acontecesse se foi, bem como um indivíduo para carregar tamanha causa, uma vez que a própria causa se perdeu. A caixa não tem mais valor em U.C 0097, podendo apenas ser usada como uma ferramenta de negociação com a E.F.F, que não passa do mesmo que a fundação Vist já fazia, e nada mais, corroborando para que ela caia no esquecimento.

E aí pessoal, o que acharam dessa análise sobre a caixa de Laplace? Deixem as suas opiniões aqui nos comentários e ate a próxima!

Redes Sociais