Analise
Combate mortal: GM vs Zaku II
terça-feira, 8 de setembro de 2020 às 20:08

Próximos Episódios
Mobile Suit Gundam: Hathaway's Flash (I)
Filme

23 de Julho de 2020

Gundam Build Divers Re:RISE
ONA

10 de Outubro de 2019

Gundam G no Reconguista II: Bellri, Kougeki!
Filme

21 de Fevereiro de 2020

Parceiros
Sobre o Autor: EXIA

Fã desde 2011 Conheçeu Gundam atraves de revistas especializadas em animes, sendo o primeiro Gundam que assistiria seria Gundam SEED.



E ai pessoal tudo bom com vocês? Aqui e o Exia e hoje trarei pra vocês um conteúdo novo, aonde vou trazer uma pequena comparação entre Mobile Suits que sejam equiparáveis entre si, e para iniciar, nada mais justo que começar com os MS mais antigos da Federação da Terra e o Principado de Zeon, por que afinal de contas todos querem saber: qual dos dois e o melhor? RGM-79, o famoso GM, ou MS-06F, o mitológico Zaku II?

Comentando um pouco dos dois, ambas as máquinas citadas foram extremamente importantes na guerra de um ano por se tratarem de MS de produção em massa, e visando justamente isso, tanto Zeon quanto a Federação buscaram ao máximo a combinação de desempenho a baixo custo. Esses dois MS se sairão tão bem na guerra de um ano que praticamente se tornaram referências para a criação de várias outras variações de Mobile Suits.

Número do modelo: RGM-79

  • Nome de código: GM
  • Tipo de unidade: Mobile Suit de uso geral de produção em massa.
  • Fabricante: Forças da Federação Terrestre.
  • Operador: Forças da Federação Terrestre.
  • Lançamento: 31 de julho UC 0079.
  • Primeira implantação: Novembro UC 0079.
  • Acomodação: Apenas um piloto, na cabine localizada no torso.
  • Dimensões: Altura total 18,0 metros.
  • Peso: Vazio 41,2 toneladas métricas; máximo bruto de 58,8 toneladas métricas.
  • Blindagem: Liga de titânio.
  • Reator: Reator de fusão ultracompacto tipo Minovsky, potência nominal de 1.250 kW.
  • Propulsão: Propulsores de foguete: 55.500 kg no total (2 x 24.000 kg, 4 x 1.870 kg)
  • Desempenho: Tempo de giro de 180 graus 1,6 segundos; velocidade máxima de corrida no solo 192 km / h.
  • Equipamentos e características de projeto: Sensores de alcance máximo de 6.000 metros.
  • Armamentos fixos: 2 canhões vulcan de 60mm, montados na cabeça; Bean saber, potência nominal de 0,38 MW, armazenado no backpack, transportado à mão em uso.
  • Armamentos fixos opcionais: Bean saber, potência nominal de 0,38 MW, armazenado no backpack, transportado à mão em uso; escudo, é montado no braço esquerdo.
  • Armamentos manuais opcionais: Spray gun de feixe BR-M-79C-1, alimentada cartucho de energia recarregável; Metralhadora de 100mm, alimentada por clipe; bazuca, metralhadora MR82-90mm, alimentada por clipe, 20 tiros por clipe, 2 clipes sobressalentes armazenados no escudo.

Conhecendo a máquina

Sendo implementado no meio da guerra de um ano, o RGM-79 surgiu dos dados obtidos do Gundam RX 78-02, e a partir dai, uma versão manufaturada do Demônio branco da federação surgiu. No geral tudo no GM foi fabricado para ser um Gundam a baixo custo, sua blindagem apesar de não ser nem de Gundanium e nem de Titânio lunar, e feita com uma liga refinada de Titânio, reduzindo um pouco a sua defesa, mas ganhando em redução de peso e mobilidade. Por fim, por se tratar de uma unidade de produção em massa e ser basicamente uma unidade “pelada”, isso permitia a Federação gerar vários modelos para combates específicos, como dentro da água e também combates a longa distância.

Número do modelo: MS-06F Codinome: Zaku II

  • Tipo de unidade: Mobile Suit de uso geral de produção em massa.
  • Fabricante: Zeonic Company
  • Operador (es): Principado de Zeon; Neo Zeon.
  • Lançamento: Setembro UC 0078.
  • Primeira implantação: Março UC 0079.
  • Acomodação: Somente piloto, na cabine padrão no torso (unidades posteriormente reformadas e réplicas equipadas com monitor panorâmico / cabine de assento linear).
  • Dimensões: Altura total 17,5 metros.
  • Peso: vazio 56,2 toneladas métricas; máx. 74,5 toneladas métricas brutas.
  • Blindagem: Liga de aço super-resistente.
  • Reator: Reator de fusão ultracompacto tipo Minovsky, potência nominal de 976 kW.
  • Propulsão: Propulsores de foguete: 43.300 kg no total (2 x 20.500 kg, 2 x 1.000 kg).
  • Desempenho: Tempo de giro de 180 graus 1,7 segundos; velocidade máxima de corrida no solo 160 km / h.
  • Equipamentos e características de projeto: Sensores de alcance máximo de 3.200 metros.
  • Armamentos fixos: Escudo, montado no ombro direito.
  • Armamentos fixos opcionais: Cápsula de míssil de 2 x 3 tubos, montada nas pernas.
  • Armamentos manuais opcionais: Metralhadora ZMP-50D / 120mm, alimentada por tambor, 100 cartuchos por tambor, tambores sobressalentes podem ser armazenados em suportes de armadura na cintura; H & L-SB25K / 280mm A-P Zaku bazuca, carregador de 4 disparos, pode ser armazenado no rack da armadura na cintura traseira; Heat Hawk Type 5, alimentado por bateria, pode ser armazenado em racks de armadura na cintura; Granada cracker MIP-B6, pode ser armazenado opcionalmente na cintura.

Conhecendo a máquina

Criado pela Zeonic Company, o MS-06F ou simplesmente Zaku II, e assim como seu nome diz, uma versão melhorada do MS-05B Zaku I, feito também pela Zeonic Company, e foi empregado ate mesmo antes do início da guerra de um ano, e durante toda a guerra em questão. Assim como o GM, o Zaku II feito sobre melhoras do Zaku I, o que o deixou extremamente versátil para qualquer tipo de terreno. Sua blindagem e feita de uma liga de metal superpesada, trazendo assim uma boa resistência, mas tendo uma pequena desvantagem sobre mobilidade de seu rival GM. Assim como o MS da federação, o Zaku II também e uma unidade que possui variações muito grandes dentro da própria guerra, pois como já comentei acima, o propósito de uma unidade de produção em massa e você ter uma máquina boa, e que possa ser modificada a medida do necessário.

Analisando os Mobile Suits

Logo de cara já nos deparamos com o fato de que, como ambas as unidades são de produção em massa, elas teriam limitações técnicas, afinal o assunto aqui e gastar menos possível e ainda sim ter uma arma poderosa no campo de combate. Em termos de resistência, o Zaku II leva a melhor, por ser feito de uma liga bastante resistente ele claramente consegue suportar mais ataques que um GM, que apostou em uma blindagem mais leve. Falando em leveza, temos o quesito mobilidade, e que, justamente por ser mais leve, o GM leva esse ponto. Sendo mas leve ate mesmo que o próprio Gundam, fez com que o GM alcançasse algumas marcas ate mesmos melhores que o famoso Gundam, por questões de mobilidade, coisa essa que por ser um pouco mais pesado, o Zaku não consegui levar essa.

Tecnologia

Em questões de tecnologia aplicada em ambos os MS, claramente o computador de aprendizagem herdado do Gundam leva a vantagem contra o Zaku II. Pelo simples fato de o Zaku ter sido implantado antes mesmo da guerra começar, muitos acharam que a experiência adquirida seria superior, mas não. Uma vez que o GM foi colocado em campo já com uma experiência enorme de combate graças ao Gundam, o MS já sabia como se comportar em certos combates e terrenos. Para exemplificar, enquanto o Zaku precisava ser atualizado a cada situação que ocorria, o GM já possuía essa vantagem, pois os dados gerados pelo Gundam já estavam dentro de seus sistemas facilitando para o piloto.

Armamentos

Por fim chegamos a questão de armamentos de ambas as unidades, afinal, de nada adianta se eles não tem armas eficientes para o combate certo? Com isso em mente após analisar o armamento dos dois MS posso concluir que a uma ligeira vantagem para o MS da Federação, pelo simples fato de ele ter duas armas de raios. Quem conhece as histórias de Gundam sabe muito bem que uma arma de raios e muito mais letal que armas de munição física/cinética. Um pequeno exemplo disso e, caso alguém dispare um míssil contra um GM um simples disparo, mesmo que de raspão e mais do que suficiente para destruí-lo, e isso também serve para tiros de metralhadoras e granadas. Sendo assim, para mim, o Zaku II que infelizmente só possui armas de munição física, como metralhadoras e bazucas podem ser interceptadas com muita facilidade pela spray gun de um GM, dando assim mais um ponto para ele.

E com um placar de 3 X 1 o vencedor dessa disputa e o MS da federação, o GM!

E ai pessoal, o que acharam dessa disputa? Se gostaram da postagem vocês podem pedir a próxima batalha de MS, e só colocar nos comentários!

Redes Sociais