Curiosidades
Mobile Suit Gundam: Hathaway's e o futuro de U.C
quarta-feira, 25 de março de 2020 às 15:55

Próximos Episódios
Mobile Suit Gundam: Hathaway's Flash (I)
Filme

23 de Julho de 2020

Gundam Build Divers Re:RISE
ONA

10 de Outubro de 2019

Gundam G no Reconguista II: Bellri, Kougeki!
Filme

21 de Fevereiro de 2020

Parceiros
Sobre o Autor: EXIA

Fã desde 2011 Conheçeu Gundam atraves de revistas especializadas em animes, sendo o primeiro Gundam que assistiria seria Gundam SEED.



Fala pessoal, aqui é o Exia, e com este primeiro filme de Hathaway’s Flash se aproximando, vou trazer aqui um pouco da história, o que aconteceu antes, o que aconteceu depois e como esta trama pode se encaixar dentro do U.C atual, estão prontos? Então vamos nessa!

Sobre a história

A novel Mobile Suit Gundam Hathaway’s Flash foi originalmente publicada em 1989 no dia 1 de fevereiro, com história de Yoshiyuki Tomino, design de personagens de Haruhiko Mikimoto, e mecha design de Yasuhiro Moriki. A novel conta com 15 capítulos, totalizando 3 volumes. Recentemente foi anunciado a versão manga desta obra, da qual recebeu seu primeiro capitulo neste mês de março.

Tudo começa em U.C 0105, em continuação direta da novel Mobile Suit Gundam: Char's Counterattack - Beltorchika's Children, que é a versão original do filme que conhecemos como Mobile Suit Gundam: Char's Counterattack, com pequenas alterações. Na trama, Hathaway Noa, ainda assombrado por suas ações que resultaram na morte da newtype Quess Paraya, ingressa em uma organização terrorista chamada Mufti e adota o pseudônimo "Mufti Nabiyy Erin".

A luta

A organização Mufti está no momento travando uma campanha terrorista contra o governo da Federação da Terra, pois durante este espaço de tempo, o que restou das forças armadas de Neo Zeon declarou o fim das hostilidades, revogando a sua autonomia no espaço. Neste cenário, a Federação, vendo que não teria mais nenhum opositor, resolve novamente governar as colônias com mão de ferro, e é ai que a Mufti surge. Temendo as ações da Federação, a Mufti exige que a petição que cobra uma revisão na investigação dos poderes da Federação sobre as colônias seja cumprida, e como sabemos, o governo da E.F.F não tem nenhuma intenção de deixar o controle das colônias, e faz de tudo para que essa petição seja barrada.

Depois do conflito

As ações desta novel são bastante interessantes para o Late U.C, já que é logo após este episódio curto, mas bastante preciso, que a Federação começa a sua decaída por meios políticos e não armamentistas. Coisas como, as reconstruções de colônias, a miniaturização de Mobile Suits, são exemplos fortes que Hathaway’s Flash vai expandir os horizontes daqui pra frente nas séries seguintes em U.C, assim como aconteceu nas histórias seguintes que são contadas em novels, filmes etc.

Hathaway’s Flash na nova U.C

Aqui temos algo que está se tornando uma dor de cabeça para aqueles fãs mais assíduos do Universal Century, afinal de contas, como eles pretendem colocar Hathaway’s Flash dentro da nova U.C? Espera um pouco, nova U.C? Exatamente pessoal, o Universal Century com o passar dos anos e advento de novas séries de TV, filmes, ovas e mangás, acabou se tornando um novo U.C, pois até então o universo original era composto por pequenas séries de TV, etc, mas que foi mudando gradativamente com a adição de vários conteúdos com o passar do tempo. Um grande divisor de águas nisso tudo foi Gundam Unicorn.

A grande questão aqui é: os acontecimentos desta trama acontecem sem os eventos de Unicorn terem sido criados, assim sendo, o roteiro, os MS, personagens, e etc, podem ter um desencontro de informações dentro de tudo que já foi criado, ou será que não? A trilogia de Hathaway’s Flash emerge finalmente como o primeiro projeto do chamado U.C Next, e isso pode não ser uma coincidência. Dentro da cronologia original esse seria o conflito ideal para que a parte mais confusa do Universal Century fosse consertada, utilizando uma história antiga mas consagrada entre os fãs de longa data, dando a luz a algo novo e reestruturado, tendo apenas duas alternativas para a série seguir, a citar:

Acontecimento isolado do resto da cronologia

Esse seria o pior cenário de todos, lançar esta trilogia como uma trama independente pode ser um tiro no pé da própria Sunrise/Bandai. Exemplos dessas séries de trama independente seriam Gundam Thunderbolt, Narrative Gundam, que apesar de serem recentes, não acho que serão reaproveitadas no futuro e nem serem citadas, também temos o infame Twilight Axis, que teve uma “animação” que nada acrescenta no universo até agora, apesar de tocar em um assunto deveras interessante. Viram algo em comum nestes exemplos? Lançar o filme de forma isolada faria com que histórias como Gundam F91 e Victory Gundam continuassem desconexas com o restante da franquia por mais tempo ainda, e isso seria sem dúvidas o desperdício de uma grande oportunidade.

Unificando toda a U.C

Por fim temos a opção que todos nós esperamos que aconteça, que eles utilizem Hathaway’s Flash como um reboot do Late U.C que temos atualmente, mesclando os acontecimentos antigos de importância, conectando-os aos novos acontecimentos que estão aí, e aos que virão após esse filme, abrindo portas para oficializar de vez as histórias contadas em F91 e Victory, modificá-las de forma satisfatória para os fãs, ou então retirá-las de vez. Fato é, que, de uns anos pra cá, Gundam foi sendo refeito aos poucos. Nos mangás, como em The Origin, Rebbelion e Zeta Define, muito do que se conhecia das séries de TV estão sendo modificados, sendo adicionados acontecimentos e personagens que antes estavam deslocados dentro do universo, provando assim que um reboot de Late U.C é possível, e pode estar mais perto do que se imagina.

Para finalizar, fiquem com o mais novo teaser do filme, que, se não for adiado mais uma vez e pra sair dia 23 de Julho.

E aí pessoal, o que acharam das nossas apostas para o filme de Hathaway’s Flash? Deixem as suas opiniões nos comentários e até a próxima!

Redes Sociais